Mais um ano

Mais alguns dias de verão, muitos de inverno
Mais uns dias glória, outros de inferno
Quando chegar meu funeral, dispenso terno
Encontrarei mais pessoas, ainda sim será deserto
Abrirei os olhos , mas não estarei desperto
Muitas e incontáveis vezes...
Mais um ano se passa, perdi a graça
Sentimento nostálgico invade a noite
Pensar em mundo melhor é um açoite
Estasiado, e perfurado por foice
Com a cabeça cheio, esqueço tudo...
Desapegue do passado e abandone o futuro
E mais uno ano chega....
Antropomortum

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Medo

super Tom

Notas