Postagens

Mostrando postagens de 2013

Uma noite na eternidade

Mais de uma palavra ilumina a noite
Nossos corações estão florescendo
Com desejos profundos.
E nossas almas
estão caindo na claridade
Excluído me ofusca
Você corrente de luz
Você me iluminará

Do silêncio do vazio Imerso em você Me mantém através dessa noite...
Também a mordaça da razão Não estava lá para me proteger Entrelaçados, por ora nós bebemos Fundidos para sangrar Vítimas são ofensores E pego pela tempestade Nosso vício à proximidade Através da carne e espaço do tempo e luxúria do doce e desejo de mim e você Me seduz, me inunda Me percorre Me ilumina
E se eu tiver tocado E sentido cada célula do seu corpo E se eu a tiver entrelaçado E sentir sua nudez ao redor da minha E se estivermos para perder um ao outro Para sacrificar essa noite Juntos e para sempre E quando as sombras caírem Entre seus lábios Eu terei que deixar o beijo da despedida
Uma noite na eternidade Então para sempre somos um E a beleza nos embala Gentilmente no sono...

De-me sua mão

Você vagueia pela noite fria e solitária
Em busca do infinito,
Guiado pela ganância que cresce em você
que irá destruir sua alma pedaço por pedaço.

Ela diminui sua razão e sua mente,
Você vê o mundo somente em tons escuros,
Pra você, a caça começou aqui e agora
O sangue do destino grudam em suas mãos.

Me dê a mão, o nosso mundo irá queimar
A dor e o medo vão perecer no fogo
Nosso orgulho e nosso sangue ficarão unidos por toda a eternidade.

Você sente a força, sente a nova liberdade
Nascida de um passado
A memória da sua antiga vida,
Empalidece na sombra de um novo tempo.




Esperando

O barbeador morde e o grito de dor vai diminuindo
ele se curva segurando ao redor
através do chão ou através dos azulejos
o homem está morto e o barbeador sorri.

Uma música de amor reluzente, uma decisão rápida
corta-o na televisão.
Um povo chega a isso
além da idade da razão
um povo alimenta o faminto
um povo ajoelhado.

Comam uns aos outros
esperando por uma guerra
esperando por você.

Por um milhão de faces vazias e sorrisos ocos
cancer para minha educação
observar o corpo se debatendo
esperando por uma guerra
esperando por voce.

Criatura da luz

Eu sou o respirar da sua pele
Eu sou o veludo ao redor do seu corpo
Eu sou o beijo no seu pescoço
Eu sou o brilho dos seus cílios
Eu sou a abundância de seus cabelos
Eu sou o canto de seus olhos
Eu sou a impressão de seus dedos
Eu sou o sangue em suas veias
E dia sim
dia não eu passo pelo seu coração

Não importa quão depressa você corra
E quão longe você vá
Você me carrega com você!
Aonde quer que você vá
O que quer que você faça
Eu sou parte de você

Eu sou os sonhos não vividos
Eu sou a angústia que a persegue
Eu sou a dor entre suas pernas
Eu sou o grito em sua cabeça
Eu sou o silêncio
o medo em sua alma
Eu sou a mentira
a perda da sua dignidade
Eu sou o desfalecimento - a ira de seu coração
Eu sou o vácuo
que um dia você se tornará



Contato de pele

Seus olhos nao querem ver
A beleza bem a sua frente
Porque sua mente não pode suportar
A beleza bem a sua frente
E as suas veias explodem
Pela beleza bem a sua frente
Quando seu corpo grita
Pela maciez da sua pele branca como o leite

E então você se ajoelha
Quando ela entra no seu mundo
E abre os seus lábios
Pele a pele
Isso é o mais perto que você pode chegar

E isso custou apenas uma palavra
Para ela lhe possuir
E isso levou apenas um olhar
E você a seguiria
Mas ela nao o viu
E quando ela sair do quarto
Você se sentirá sozinho e você se sentirá envergonhado

Alvo

Vibraçao estranha
circulos rodeiam
taças, vinho
tentam confortar
zumbindo sons
formam uma seta
aponta a nos, nos o alvo
somos nos, façam suas apostas
o melhor vencera?
o cavalo mais rapido
o maior braço

Caia na grama
respire o ar impuro
asficciaçao, folego
segure firme, nao se abata
respire o ar atraves da agua

Encontre a chave
tranque a porta
vista sua roupa
lembre-se de
como voce se sentia por dentro