Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2013

Uma noite na eternidade

Mais de uma palavra ilumina a noite
Nossos corações estão florescendo
Com desejos profundos.
E nossas almas
estão caindo na claridade
Excluído me ofusca
Você corrente de luz
Você me iluminará

Do silêncio do vazio Imerso em você Me mantém através dessa noite...
Também a mordaça da razão Não estava lá para me proteger Entrelaçados, por ora nós bebemos Fundidos para sangrar Vítimas são ofensores E pego pela tempestade Nosso vício à proximidade Através da carne e espaço do tempo e luxúria do doce e desejo de mim e você Me seduz, me inunda Me percorre Me ilumina
E se eu tiver tocado E sentido cada célula do seu corpo E se eu a tiver entrelaçado E sentir sua nudez ao redor da minha E se estivermos para perder um ao outro Para sacrificar essa noite Juntos e para sempre E quando as sombras caírem Entre seus lábios Eu terei que deixar o beijo da despedida
Uma noite na eternidade Então para sempre somos um E a beleza nos embala Gentilmente no sono...

De-me sua mão

Você vagueia pela noite fria e solitária
Em busca do infinito,
Guiado pela ganância que cresce em você
que irá destruir sua alma pedaço por pedaço.

Ela diminui sua razão e sua mente,
Você vê o mundo somente em tons escuros,
Pra você, a caça começou aqui e agora
O sangue do destino grudam em suas mãos.

Me dê a mão, o nosso mundo irá queimar
A dor e o medo vão perecer no fogo
Nosso orgulho e nosso sangue ficarão unidos por toda a eternidade.

Você sente a força, sente a nova liberdade
Nascida de um passado
A memória da sua antiga vida,
Empalidece na sombra de um novo tempo.