Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2012

Solitaria semente laranja

Nao etendi o porque de sua conversa xoxa
era apenas um vinho barato
esta musica, entra em meus ouvidos como uma abelha moribunda
com simples notas me envolvendo em feitiços obscuros,
o horizonte nao é mais o mesmo
esse cheiro de celulas mortas, que me lembram um liquido azedo,
fez com que fossem feitas injeçoes intramusculares e indovenosas,
numa segunda-feira, num posto publico lotado de boemios.

Foram presos seres assexuados e serer autoreprodutivos
por circunvagar uma solitaria semente laranja.

super Tom

Noite de sabado
voltando de um show de anoes
a estrada estava escura
eu parecia nada sobria

Estou indo a caminho da luz
meu amor me espera na ruina
soltando pedras pelo caminho
para que nao tenha mais do que me assustar

Eu quero fechar os olhos; eu quero cair
sentir seu ponto fraco, super Tom
mas minhas palavras ainda sao armas
palavras que com belas rosas formam uma roseira com espinhos
que furam o verde dos seus olhos
seu maior escudo

Chegara um dia que esse odio ja nao importara
o amor nos torna velhos
e os desejos nos tornam sujos
esta na hora de partir, o sino toca
tom, tom, tom
o sino dos amores que se apagaram com o tempo
amores que se foram com o vento ao som do sino
que adoecem o coraçao de um menino cego.